A Igreja no Brasil celebra, de 1º a 7 de outubro, a Semana Nacional da Vida 2018 e no dia 8 de outubro, o Dia do Nascituro. Para isso, a Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), organismo vinculado à Comissão Pastoral para a Vida e a Família da CNBB, lançou a 8ª edição do subsídio Hora da Vida.

Nesta Semana, a CNPF convida toda a Igreja a refletir e aprofundar na defesa e valorização da Vida, desde a sua concepção até o seu declínio natural.

O propósito do Hora da Vida, subsídio para a ocasião, é ser um instrumento de estudo, reflexão e oração para despertar nas pessoas a beleza e a grandeza deste dom concedido por Deus, proporcionando momentos de conscientização e mobilização em defesa da vida. A exortação apostólica Amoris Laetitia, publicada pelo Papa Francisco em abril de 2016, é a grande fonte de inspiração das páginas do subsídio.

De acordo com o bispo de Osasco (SP) e presidente da Comissão para a Vida e a Família da CNBB, Dom João Bosco Barbosa, uma família bem constituída é uma escola de defesa da vida. “Devemos incentivar todo o respeito pela vida desde a concepção até o seu fim natural. Vida é Dom de Deus e a Ele pertence, direito humano que não pode ser negociado”.

Além dos sete encontros programados, o Hora da Vida 2018 traz uma celebração especial para o dia do Nascituro, comemorado no dia 8 de outubro. “Preparamos os encontros de forma a ajudar aos que usarão esse subsídio a refletirem na Semana da Vida e no Dia do Nascituro sobre o acolher uma nova vida, passando também pela reflexão a respeito da adoção, dos jovens dentro do lar, bem como da presença do idoso na família, que é sempre uma oportunidade de amadurecimento”, explica o assessor da CNPF, padre Jorge Alves Filho.

Como forma de motivar as pessoas a participar da Semana Nacional da Vida, a CNPF propõe algumas iniciativas: trabalhar, em escolas e comunidades, a realidade e os valores da vida e da família; intensificar a oração pela vida e famílias; testemunhos de casais, de famílias, jovens e religiosos; celebração eucarística entre outros.

Via Canção Nova