Notícias
0

Jerusalém: líderes religiosos, manter status quo da Cidade Santa

“Reafirmamos a nossa posição clara ao pedir a manutenção do status quo da Cidade Santa até chegar a um justo acordo de paz entre israelenses e palestinos, baseado nas negociações e na lei internacional.” 

Este é o pedido feito pelos patriarcas e responsáveis das Igrejas em Jerusalém, em sua mensagem de Natal.

Unidade entre os povos 

No texto, os treze líderes cristãos, dentre os quais o Administrador Apostólico do Patriarcado Latino de Jerusalém, Dom Pierbattista Pizzaballa, e o Custódio da Terra Santa, Frei Francesco Patton, reiteram que a presença e o testemunho dos cristãos da Terra Santa “estão estritamente ligados aos lugares santos e ao acesso a eles como espaços de assembleia e encontro pela unidade entre os povos de credos diferentes. Foram os lugares santos que deram significado à região.”

Jerusalém, terra sagrada

Segundo os líderes cristãos, “toda abordagem exclusivamente política, em Jerusalém, irá privar a cidade de sua verdadeira essência e de suas características, além de esmagar o mecanismo que manteve a paz durante séculos. Jerusalém é um dom sagrado, um tabernáculo, uma terra sagrada para o mundo inteiro. Tentar possuir a Cidade Santa Jerusalém ou limitá-la com critérios de exclusividade, levará a uma realidade sombria”.

Apelo pela paz

“Continuamos a rezar por todo o Oriente Médio e pedimos ao Príncipe da Paz para inspirar os corações e as mentes dos que têm autoridade a fim de seguirem a estrada da paz, da justiça e da reconciliação entre as nações”, conclui a mensagem. 

Por Vatican News

Compartilhe:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por Província do Calvário

Equipe de produção de conteúdo da Província do Calvário em parceria com a agência Minha Paróquia. Caso queira contribuir com artigos e notícias, entre em contato pelo FALE CONOSCO!

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *