Vocacional
0

Juventude Passionista

jovensAo se falar de juventude, de modo particular a Passionista, faz-se propício recordar do primeiro jovem que viveu esse carisma da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo, seu nome: Paulo Francisco Danei. Esse jovem, desde muito cedo, aprendeu com sua mãe a espiritualidade da Paixão de Cristo.

Paulo, por revelação Divina, é chamado a fundar uma congregação religiosa para recordar a humanidade do grande amor derramado na Cruz. Esse foi o derradeiro sinal para que ele partisse em missão. Com autorização papal e escolhendo o nome de Paulo da Cruz, esse jovem revestido de seu hábito simbolizando a alegria da paixão, não pelo sofrimento e morte, mas pela ressurreição de Cristo, partiu em missão anunciando essa alegria a todos os povos.

É muito interessante falar de Paulo da Cruz em sua juventude, pois ele foi o precursor de tantos e tantos jovens que, seguindo seu exemplo, mergulharam na Paixão de Cristo. Já se passaram 293 anos desde a fundação da congregação e esse carisma continua a despertar em tantos o desejo de se arriscar nessa Paixão pela Vida, que se revela de tantas maneiras no seio da sociedade atual.

A Memória Passionis é a luz da dinamicidade da vida religiosa Passionista, uma vez que, recordando esse sentido da cruz como uma chama que aquece tantos corações, fundamenta o significado de ser Igreja.

Como nos disse São João Paulo II “A Igreja só será jovem, quando os jovens forem Igreja”, ao falarmos em Igreja Jovem, recordamos a vivacidade e o vigor que eles possuem nessa faixa etária, e o quanto estão sedentos por viverem o Cristo e testemunhar seu amor a outras pessoas. Nesta perspectiva recordo a Exortação Apostólica Evangelii Gaudium – a Alegria do Evangelho, em que o papa Francisco reforça que se “precisa de ministros do Evangelho cuja vida irradie fervor, pois foram eles que receberam primeiro em si a alegria de Cristo”, ou seja, ser jovem e viver a Igreja no anúncio do Evangelho é se deixar entusiasmar pela Palavra da Vida, que brota da Paixão de Cristo, não importando a faixa etária em que está, mas sim a vivacidade dessa Palavra.

 

Por Daniel Pereira Eliziário

Postulante

Compartilhe:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por Província do Calvário

Assessoria de Comunicação da Província do Calvário em parceria com a agência Minha Paróquia. Caso queira contribuir com artigos e notícias, entre em contato pelo FALE CONOSCO!

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *