blogger-image-509615728Estamos no mês de maio e no dia 13 comemoramos o “Dia das Mães”. É uma data não só bonita, mas importante para homenagear a “rainha do lar”.

Hoje questiona-se muito esta expressão “rainha do lar”, pois, dá a impressão que este território é exclusivo dela. E o pai onde fica? As estatísticas mostram os péssimos resultados da ausência do pai no lar e na educação.

Por vezes é a ausência física, outras vezes é a omissão. Dá a impressão que está surgindo uma sociedade sem pai, ou do pai ausente.

Esse eclipse, ou essa ausência do pai, desestabiliza a família. No Brasil pesquisas mostram que 60% dos menores internados na “Febem” não vivem com os pais. Os pedagogos e educadores há muito lembram a necessidade do pai e da mãe para o amadurecimento psicológico e emocional dos filhos.

Diante de muitos dados estatísticos, o professor Josefh Califano, da Universidade de Columbia, afirma: “Não estou fazendo apologia do casamento, mas, quando se decide ter um filho, o homem precisa ter a consciência de que este “sim”, é um compromisso indissolúvel”. E continua o professor: “Muita gente acha que a mãe pode cuidar sozinha dos filhos, mas os números mostram que não é bem assim. Ela não consegue ser pai e mãe ao mesmo tempo”. Aliás, o lugar do pai na família é insubstituível: ou ele o ocupa, ou fica vazio”. A mãe faz a sua parte, o pai faz a sua.

A Bíblia é sempre a fonte da verdade. Deus diz: “quem honra o pai alcança o perdão dos pecados, e quem respeita sua mãe é como quem ajunta um tesouro” (Ecl 3,3-4).

A família de Nazaré é um excelente exemplo. Viveram com muito amor em seus corações e atentos à voz de Deus. José e Maria também encontraram muitas dificuldades em suas vidas. Mas souberam lutar e vencer.

“Honrar pai e mãe” é um dos mandamentos mais antigos da história da humanidade, e, no entanto, continua sempre novo. Todos aqueles que se opuseram a ele se deram mal. Pois, a família é uma instituição sagrada, está dentro dos Planos de Deus e só vivendo dentro desses Planos é que ela atingirá sua finalidade.

Sinceros parabéns a todas as mães pelo seu dia. E que a luz e as bênçãos de Deus continuem fortalecendo e iluminando seus passos.

 

Pe. Domingos Manara, CP
(Missionário Passionista que trabalha na Paróquia Bom Jesus do Cabral, em Curitiba)