Vocacional
0

Vontade de Deus

como_ser_feliz“O seguimento de Cristo leva a desenvolver plenamente a originária vocação humana: ser verdadeiramente a imagem de Deus, imagem do Senhor do universo, conservando, protegendo e incrementando cada criatura que se encontra no próprio âmbito, imagem do Pai, gerando e educando, pela paternidade ou maternidade espiritual, filhos para o reino de Deus”. (Santa Teresa Benedita da Cruz)
Que as marcas gloriosas de Cristo atualize o nosso chamado!

Refletir sobre o chamado de Deus em mim, é mergulhar na vida dos santos e mártires, e observar com mais atenção o apostolado de Jesus. Suas palavras fazem a atualização do chamado em nós, e impulsionando-nos a missão com as palavras do Mestre que diz: “Se o grão de trigo que cai na terra não morre, fica só. Mas, se morre, produz muito fruto”. (Jo 12,24) faz-nos dá novo sentido ao carisma que Ele mesmo nos confiou (I Tm 4, 14) através do chamado à uma vocação específica.

Esses dias vivi uma experiência única enquanto evangelizava. Junto ao grupo de jovens que participo, em oração o Senhor suscitava em nós o Seu forte desejo que fossemos ao encontro dos jovens que encontram-se desviados do Seu coração. Ao mesmo tempo que um dos nossos jovens cantava isso com o coração: “Vontade de Deus, caminho de plenitude da felicidade de nossa vida. Vontade de Deus, mistério de cruz e ressurreição, de dor e alegria, de violência e paz”, e o trecho dessa canção fazia-se verdade em nós.

São João Paulo II durante seu pontificado utiliza a palavra “parresia” por ocasião da abertura da Conferência Latino-Americano de Santo Domingo, e essa palavra grega que traduz-se em “ousadia” que é utilizada nos atos dos apóstolos para descrever evangelização ousada. E esse termo fez com que nos lançássemos sem medo, por amor a Cristo nos jovens numa maneira ousada de evangelizar.

Essa experiência fez meus olhos se abrirem pra graça de Deus, assim, como os discípulos de Emaús que só puderam reconhecer Jesus ao partir do pão, só na experiência “Pessoa a pessoa” pude reconhecer a face de Deus na face dos irmãos.

Encontrávamos uma vez por semana no centro pastoral da paróquia, e por isso, achávamos que isso já era o necessário, mas “a vontade de Deus precisa fazer-se verdade em nossas vidas”, e impulsionados pelo Espírito Santo partimos em missão e fomos evangelizar “pessoa a pessoa” na praça da cidade. E nos deparamos que diversas situações. A que mais me chocou foi quando cheguei pra uma grupo de jovens que estavam usando drogas e eles pararam para nos ouvir. Apresentamo-nos, perguntamos os nomes de cada um deles, e começamos a interagir a partir da partilha da Palavra.

Assim como em Zaqueu (Mt 19, 1-10) que o Senhor diz “Hoje aconteceu a salvação para esta casa…”, nós víamos a salvação adentrar na vida daqueles jovens ao vermos eles jogarem aos nossos pés os cigarros de maconha que eles usavam. Estremecia o meu ser, pois nunca havia me deparado com algo tão forte. Jovens que punham seu conceito de felicidade em algo passageiro, e não na eternidade. Jovens que puderam converter em morte a própria vida, por conservarem-na de maneira desregrada. Mas, a partir do encontro pessoal com pessoa de Jesus encontram na cruz verdadeiro sentido de suas vidas.

Como diz a letra da canção “Quero ofertar minha vida, gastar os meus dias, minha juventude por amor, por que o meu perfume não se espalhará se não se derramar, por amor a Deus. Pela Igreja, pelos jovens, pelos homens me consumirei”. E dentro do carisma que Senhor me confia como vocação, quero abraçar, amar e me doar pela juventude crendo que os jovens não são apenas o futuro da nação, o futuro da Igreja, mas a juventude é o presente da nação, os jovens são o apresente da Igreja. E é preciso que nos doemos por eles.

Como dizia São Maximiliano “Ser crucificado, por amor ao Crucificado; eis a única alegria”, como passionista quero que derrame-se toda a minha vida por amor a Juventude, mas não por presunção, mas por graça de Deus.

Fraternalmente
Rodolfo G Marins

Compartilhe:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por Província do Calvário

Assessoria de Comunicação da Província do Calvário em parceria com a agência Minha Paróquia. Caso queira contribuir com artigos e notícias, entre em contato pelo FALE CONOSCO!

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *