corretoDurante a Missa celebrada no Altar Central do Santuário Nacional de Aparecida neste domingo, dia 1º de junho, o Cardeal Dom Raymundo Damasceno Assis comentou sobre a Ascensão do Senhor e o 48º Dia Mundial das Comunicações Sociais.

Na ocasião, estavam presentes os membros do VIII Congresso Mariológico da Academia Marial de Aparecida.

Em sua homilia, o purpurado reforçou que, com a Ascensão, termina o tempo da presença visível de Jesus na terra e inaugura uma nova etapa da história da salvação, a última etapa até a segunda vinda de Cristo, no final dos tempos.

Segundo Dom Damasceno, “é o tempo da missão da Igreja”.

“Cristo continua presente e atuante na sua Igreja por meio do Espírito Santo que Ele enviará aos apóstolos e à Igreja nascente para que o Evangelho seja anunciado em todo o mundo”, disse.

Além disso, o Cardeal lembrou que o Papa Francisco tem insistido muito que os cristãos saiam ao encontro do homem de hoje, indo além dos limites das nossas paróquias para o encontro daqueles que também esperam ouvir a boa notícia do Evangelho.

O purpurado também ressaltou que “pelo batismo e pela crisma somos discípulos de Jesus Cristo, mas podemos e devemos ser, cada vez mais, discípulos de Jesus Cristo, assumindo com maior consciência e responsabilidade nossos compromissos de cristãos, no mundo de hoje”.

Quando abordou a mensagem do Santo Padre pelo Dia Mundial das Comunicações, enfatizou que ele nos indica que o mundo vai se tornando sempre menor e nós estamos sempre mais perto uns dos outros.

Depois, Dom Damasceno solicitou aos fiéis que buscassem ser mais discípulos missionários de Jesus Cristo, abertos à missão sem-fronteiras.

“Com Maria, discípula e missionária perfeita, queremos obedecer ao mandato missionário de seu Filho”. Vão e façam discípulos todos os povos”, concluiu o Cardeal, citando o Documento de Aparecida (DA 364). (LMI)

Por Gaudium Press, com A12