cardeal.hummesDurante dezoito dias, o arcebispo emérito de São Paulo (SP) e presidente da Comissão Episcopal para a Amazônia da CNBB, cardeal Cláudio Hummes, estará em visita pastoral nas dioceses e prelazias da região amazônica. Na oportunidade, ele se encontrará com bispos e comunidades locais para conhecer a realidade dos povos e as atividades missionárias de evangelização desenvolvidas.

Dom Cláudio chegou a Porto Velho no dia 1º de junho e seguiu para a diocese de Humaitá, município brasileiro localizado no interior do estado do Amazonas, onde permaneceu até a quarta-feira, 4. Nesta semana, o arcebispo visita a diocese de Cruzeiro do Sul e, no sábado, 7, viaja para Rio Branco, que pertence a arquidiocese de Manaus (AM).

Na próxima semana, 10 de junho, o cardeal Hummes segue para Manaus e, na sequência, tem encontro com as comunidades da prelazia de Borba, onde é recebido pelo bispo local, dom Elói Róggia. No dia 15, tem início a última etapa da visita pastoral, quando dom Cláudio passa por Parintins e volta à Manaus, na quarta-feira, 18. No mesmo dia, o cardeal retorna à São Paulo.

Missão na Amazônia

Para dom Cláudio, a missão da Igreja na Amazônia tem uma caminhada de muitos anos, com a presença dos primeiros missionários. O bispo destaca, também, a formação de comunidades e prelazias que, com o passar do tempo, foram sendo constituídas dioceses, com bispos e clero local e, aponta os desafios. “Precisamos investir na preparação dos agentes e missionários, como a formação de um clero para esta região, inclusive um clero indígena. Os povos indígenas não são a maioria, porém caracterizam a nossa missão na Amazônia”.

“Eu gostaria que a Amazônia estivesse no coração dos brasileiros, com toda as suas características e desafios. A Igreja na Amazônia tem uma história bonita, mas que precisa muito da nossa ajuda, solidariedade e atenção”, disse dom Claudio.

Por CNBB