180_41_1_20140606145518Considerado um convite à sociedade para a celebração da Semana Nacional da Vida, entre 1º e 7 de outubro, e o Dia do Nascituro, comemorado na quarta-feira, dia 8 desse mês, o subsídio “Hora da Vida” entra na sua quarta edição e contará com uma extensa programação nas dioceses, paróquias e comunidades.

O intuito deste evento é propor um debate sobre os cuidados, proteção e a dignidade da vida humana, em todas as suas fases.

O Bispo de Camaçari, na Bahia, e presidente da Comissão Episcopal para a Vida e a Família da CNBB, Dom João Carlos Petrini, afirmou que “compreender e admirar são passos necessários para acolher e respeitar a vida, para superar a visão da cultura dominante que tende a banalizar e a considerar de maneira superficial”.

Para auxiliar na organização e vivência das atividades de evangelização durante estas datas, a Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB e a Comissão Nacional da Pastoral Familiar oferecem o subsídio “Hora da Vida” deste ano, que traz como tema “Vida e Missão: lançar as redes em águas mais profundas”.

O subsídio oferece, ao todo, sete encontros com diferentes abordagens. O primeiro tema é “Vida e cultura do encontro”, com base nos ensinamentos da Exortação Apostólica do Papa Francisco, “Evangelli Gaudium” (A Alegria do Evangelho).

Já as outras temáticas são debatidas nas reuniões em grupos como responsabilidade política e social, educação para o amor, memória e gratidão, todos direcionados à reflexão sobre a vida.

Comentando a respeito do material, Dom Petrini disse que “constitui em uma preciosa ajuda para compreender; com fundamento em conhecimentos científicos e teológicos, a beleza da vida, sua grandeza e dignidade, seu incomparável amor; numa linguagem acessível, mesmo para quem não é especialista”. (LMI)

Por Gaudium Press, com CNBB